sábado, 13 de novembro de 2010

O cálculo



Um cálculo preciso e certo, não precisa ser aquela forma de bhaskara que parece nunca ter fim e que acaba com praticamente todas as folhas do seu caderno enquanto tua cabeça vai a mil e você consegue xingar até a maldita borracha que não colabora com você juntamente com sua professora de matemática por não ter amor a vida e passar aquilo em uma prova. Eu disse uma vez que o simples me fascina, na verdade que a felicidade vibra na freqüência das coisas mais simples, não precisamos complicá-la como uma formula de matemática. Ou melhor, já que estamos comparando, todos sabemos que o resultado final de uma conta é importante, mais você não conseguirá chegar até ele sem esforço e concentração, vejo por esse modo no final da sua vida o que mais vai contar para você mesmo, não será simplesmente ‘’ a conquista’’ de algo, e sim o caminho todo que teve que percorrer. Ultimamente estou procurando percorrê-lo da forma mais intensa que eu posso, aproveitando o máximo aquele sol ainda frio de manhã que entra pela janela e vem me dar seu ‘’bom dia’’, o café da manhã com aquele pão quentinho que faz a manteiga derreter e sujar todos os seus dedos. A força da areia molhada sobre os meus pés depois do aborrecimento pela chuva que estragou um dia de praia, mais que trouxe momentos de paz. E acima de tudo cada pequena lembrança, como o cheiro do tempero do feijão da infância, do talco perfumado de cada abraço da minha avó, essas coisas. Outras coisas, todas simples assim e que cálculo nenhum vai ser capaz de me entregar um valor exato.

3 comentários:

  1. ótimo post...
    O realismo simplório da construção do cotidiano tão rico...
    Parabéns pela escrita..
    www.comidadibutequim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Adorei !
    E a nossa vida é tão ou mais complicada que um cálculo matemático.
    A gente passa raiva, bate na mesa, xinga a professora, se pergunta pq diabos a gente tá fazendo aquilo e pra que isso vai servir pra mim. Mas depois de tanto esforço, no final do cálculo, quando chegamos no resultado é muito gratificante.
    É como a vida. A gente passa por tudo que é mais complicado, damos voltas e mais voltas, caímos, levantamos, xingamos a velhinha que não acelera o passo quando estamos com pressa, apagamos alguns erros e tentamos mudar... isso tudo para que um dia possamos olhar pra trás e dizer que tivemos um longo caminho pra chegar até aqui.
    Ótima comparação ^^

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir